10 livros sobre comércio de escravos e abolição escritos por mulheres

By 23 agosto 2021LAWA news

 

A noite de 22 a 23 de agosto de 1791, em Santo Domingo (hoje Haiti e República Dominicana), viu o início da revolta que teria um papel crucial na abolição do tráfico transatlântico de escravos. É neste contexto que o Dia Internacional em Memória do Tráfico de Escravos e sua Abolição é comemorado em 23 de agosto de cada ano. Muitas vezes, é esquecido o papel fundamental dos negros no Haiti para a abolição da escravatura e a independência dos países latino-americanos.

Neste Dia Internacional em Memória do Tráfico de Escravos e sua Abolição, temos a oportunidade de refletir sobre o impacto da escravidão transatlântica e sua abolição. Porém, para que mais esforços e iniciativas surjam de governos e organismos internacionais, é importante ouvir as vozes e demandas coletivas dos territórios e populações que foram afetados por esta história. A abolição deve agora ser traduzida em políticas de Justiça Reparativa que devem ser promovidas em todos os países que se beneficiaram com o comércio de escravos. Isso inclui a incorporação dessa história nos currículos de educação nacional em países em todo o mundo, e aumenta a consciência sobre a história da escravidão e seu impacto. É urgente ampliar a conscientização de como as instituições educacionais, museus e desenvolvimentos do “mundo moderno” foram construídos à custa de presentes e legados de pessoas associadas às economias escravistas no Caribe e na África.

Como pessoas de origem latino-americana e caribenha que vivem na diáspora no Reino Unido, podemos nos aproximar para aprender e compreender o impacto do tráfico transatlântico de escravos conectando a história de nossos territórios com este país e, em geral, com a Europa. presença na época colonial.

Um recurso poderoso é abordar a literatura escrita por pessoas que reconhecem seu passado afetado pelo comércio de escravos e suas consequências. É por isso que hoje, Dia Internacional pela Lembrança do Tráfico de Escravos e sua Abolição, recomendamos algumas autoras que abordam o assunto em suas narrativas. Você pode lê-los em espanhol, português ou inglês.

10 livros sobre comércio de escravos e abolição escritos por mulheres

KindredKindred, Octavia Butler (USA)
Kindred: Laços de sangue (versão em Português) / Parentesco (versión en Español)

BelovedBeloved, Toni Morrison (USA)

Homegoing, Yaa Gyasi (Ghanaian-American)
O Caminho de Casa (versão em Português) / Volver a Casa (versión en Español)

I, Tituba the Black Witch of Salem, Maryse Condé (Guadeloupe)
Eu Tituba – Bruxa Negra de Salem (versão em Português) / Yo, Tituba, la bruja negra de Salem (versión en Español)

The Farming of Bones, Edwidge Danticat (Haiti)
Cosecha de huesos (versión en Español)

Barracoon: The Story of the Last “Black Cargo”, Zora Neale Hurston (USA)

Nervous Conditions, Tsitsi Dangarembga (Zimbabwe)
Condições nervosas (versão em Português)

The Long Song, Andrea Levy (United Kingdom)
Una larga canción (versión en Español)

Incidents in the Life of a Slave Girl: Written by Herself, Harriet Jacobs (USA)
Memorias de una esclava  (versión en Español)

The things around your neck, Chimamanda Ngozi Adichie (Nigeria)
A Coisa à Volta do Teu Pescoço (versão em Português) /  Algo alrededor de tu cuello (versión en Español)

We will reopen our offices in Hackney from the 2nd of August. In order to protect the health and wellbeing of our service users and staff, we will only take pre-booked face-to-face appointments. To book one, please call us on 02072750321 or use our online chat from 9:30 am to 5:30 pm. We will also maintain our remote support. If you require vital assistance, please call 999 available 24 hours, or call the National Domestic Violence Helpline freephone on 0808 2000 247. For more information, go to: https://lawadv.org.uk/en/get-help-coronavirus/ 

Open chat